Iniciativa
Coordenao Pedaggica
CORPOREIDADE: QUALIDADE DE VIDA DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAO | voltar
RESUMO

A presente pesquisa nasce das inquietações frente às diferentes situações vivenciadas em uma clínica de fisioterapia, na Serra Gaúcha, tendo a corporeidade como marco. Tem como objetivo fazer uma análise crítico- reflexiva e investigativa a respeito da corporeidade inspiradas no pensamento de Merleau-Ponty. O processo de investigação toma por referência a metodologia NEPSO (Nossa Escola Pesquisa sua Opinião) através da aplicação da pesquisa de opinião por meio de questionários aos profissionais da educação de uma escola particular de Carlos Barbosa. A interpretação dos dados possibilitou a compreensão da corporeidade dos pesquisados e das várias formas que cada um sente seu o corpo. Nesse sentido, os resultados da análise, permitiram entender a percepção do vivido pelo corpo do profissional da educação. Isto possibilitou desenvolver uma nova abordagem terapêutica na clínica, visando o atendimento da corporeidade na sua totalidade enquanto humano. Essas inquietações levam a afirmar que o presente estudo não se encerra aqui, e que este subsidiará futuras discussões e o desenvolvimento de outras análises em vista do resgate do ‘humano’ nas práticas terapêuticas.

 
COMENTAR | 
preciso estar logado para comentar
POLO Rio Grande do Sul
ano
2008 (+)
tema
Sade (+)
escola
professor
disciplina

 

mapa do site
contato