Iniciativa
Coordenao Pedaggica
HIP-HOP | voltar
  • Hip-Hop
  • Hip-Hop
  • Hip-Hop
projeto
Hip-Hop
RESUMO

Os alunos e alunas da E.M Dora Tomich Laender fizeram uma pesquisa sobre o Hip-Hop. Escolheram este tema porque gostam desse gênero musical e estilo de dança. Com essa pesquisa descobriram que o Hip-Hop é uma cultura artística que surgiu na década de 70, dos movimentos de rua, nas áreas centrais de Nova York. Descobriram que o criador oficial desse movimento chama-se Afrika Bambata e foi ele quem estabeleceu os quatro elementos essenciais na cultura hip-hop que são: o RAP, o DJ, P Breakdance e o Grafite, além da moda e das gírias.

No Brasil movimento Hip-Hop começou sua história, na década de 80, de maneira discreta, e era encarada muito mais como uma moda passageira do que com seriedade. Com o decorrer do tempo, começaram a surgir pela cidade de São Paulo, os primeiros grafites ligados efetivamente a uma temática Hip-Hop, e principalmente começa a se ouvir pelos “cantos” da cidade um jeito diferente de se cantas. Surge no país a música rap e o movimento Hip-Hop se torna realidade no país , mesmo que de maneira totalmente marginalizada. Os primeiros anos do movimento são difíceis, pois seus adeptos são perseguidos pela polícia, desacreditados e ridicularizados. Esta situação começou a melhorar quando em 1983, Michael Jackson através de seus clipes, em especial da música, “Thriller”, e da abertura da novela das 20h da rede Globo de Televisão “Partido Alto” composta por dançarinos do Break, acabam por revelar o Break Dance como uma forma de dança moderna, uma forma de arte respeitável.

A juventude das periferias, em especial a negra paulistana, passam a se identificar com o ritmo daquela música diferente, falada de forma muito rápida. Este segmento social de jovens urbanos periféricos passa a constituir o movimento Hip-Hop como o seu meio de expressar suas angustias, suas reivindicações, suas denuncias, geradas em seu universo social cotidiano onde a qualidade de vida, onde os serviços básicos do Estado não existem ou são extremante precários. Estes jovens passam a se fazerem ouvir, quando passam a divulgar através do Hip-Hop esta precariedade social a que estavam relegados e ao denunciarem os processos de discriminação racial e violência policial a que eram submetidos.

Esse fenômeno, se espalha pelo Brasil de forma rápida e consistente por Santo Andre, São Bernardo do Campo, Campinas, Brasília, Porto Alegre, Recife e Belo Horizonte que se destacam neste processo de expansão do movimento Hip-Hop pelo país. Em 1988 houve o lançamento dos primeiros discos de rap no Brasil. A dupla Thaide e DJ Hum são os expoentes do Rap nacional. Com tudo isso, fizemos o questionário e entrevistamos 70 pessoas entre crianças, jovens e adultos. Queríamos saber a opinião dessas pessoas sobre o Hip-Hop, se gostavam do estilo de dançar do Hip-Hop, se conhecem os seus elementos essenciais e se conhecem alguns cantores e músicas de Hip-Hop. Concluímos que quase 70% dessas pessoas gostam de Hip-Hop, reconhecem o grafite como arte e consideram o Hip-Hop como uma dança que surgiu dos movimentos de rua. Ao termino a turma avalia que aprenderam muitas coisas sobre o HipHop mas que, principalmente, aprenderam também a entrevistar pessoas para descobrirem a opinião delas.

 
COMENTAR | 
preciso estar logado para comentar
POLO Minas Gerais
ano
2011 (+)
tema
Msica (+)
escola
professor
autores
Ensino Fundamental: 5 (+)
disciplina
Matemtica (+), Portugus (+)

 

mapa do site
contato